Aprendizagem divertida: o que é e como ajuda a aprender melhor?

Família e Escola

23 de fevereiro de 2021

Redação Guia do Futuro
Redação Guia do Futuro

Equipe apaixonada por educação, produzindo conteúdos voltados para pais que querem fazer a diferença na formação dos filhos!Publicado em . | Atualizado em 23 de fevereiro de 2021.


Desde a metade do século XX que a educação passa por transformações intensas. No entanto, é agora, no século XXI, com o auxílio da tecnologia e com a grande divulgação de informações, que estamos nos inserindo cada vez mais no processo de ensino e aprendizagem.

Uma das grandes transformações acontece no modo como as crianças e jovens aprendem. Por exemplo, você já ouviu falar em aprendizagem divertida e criativa? É um conceito que tem como objetivo auxiliar as crianças a aprenderem mais e da melhor forma. A boa notícia é que ela pode ser praticada tanto dentro de sala de aula quanto em casa, ou seja, os pais também podem participar desse processo!

É por isso que trouxemos este conteúdo. Aqui, você verá o que é aprendizagem divertida e criativa, verá seus benefícios e como os pais podem colocá-la em prática. Boa leitura!

O que é uma aprendizagem divertida?

O início da infância é marcado por um aprendizado intenso. A criança aprende a andar, a se comunicar, a se expressar, compreende as relações sociais, percebe-se como um ser individual, entre outras várias conquistas. 

Por isso, é muito importante que os pais participem de algumas partes do desenvolvimento cognitivo e social da criança, estimulando-a a criar percepções criativas de forma divertida. Sendo assim, aprendizagem divertida é incentivar o aprendizado por meio da imaginação e de atividades lúdicas.

Como promover uma aprendizagem divertida?

Propiciar uma aprendizagem divertida é mais simples do que você imagina. Veja abaixo como promovê-la!

Prepare o ambiente

Separe um ambiente para a aprendizagem. Pode ser a sua sala de estar, por exemplo. No momento em que você for iniciar o processo, estique um tapete ou monte um tatame e, no chão ou no sofá, coloque os brinquedos e defina qual será o caminho proposto para que as brincadeiras didáticas aconteçam.

Se for preciso, ponha uma música de fundo para animar as brincadeiras. Separe esse momento para você e seu filho, caso alguém queira participar será bem-vindo, mas o objetivo — que é a aprendizagem — precisa ser concluído. 

Estabeleça uma rotina

A rotina é muito importante para que desde cedo a criança aprenda a importância dos compromissos e da disciplina. Então, veja quantas vezes por semana você terá disponibilidade para essas atividades, determine data e hora para que elas aconteçam. 

Explique para seu filho que esse será o momento de vocês para brincadeiras e muitas outras atividades divertidas. Transmita essa notícia com muito entusiasmo. Você pode aproveitar a rotina para ensinar a criança sobre os dias da semana e as horas do dia, associando-as às outras atividades, como café da manhã, almoço, café da tarde e jantar.

Não tente ser o professor

É importante reconhecer que você não é o professor do seu filho. Então, elabore o que estiver ao seu alcance, faça algumas pesquisas, se for necessário, mas caso tenha alguma dúvida, as atividades da escola auxiliarão e complementarão esse processo.

O professor é alguém que tem uma longa formação e preparação para executar suas tarefas em sala de aula de forma pedagógica, por isso, não se sinta na obrigação de ser como ele. Contribua de acordo com a sua realidade.

Brincadeiras livres

Normas são importantes, mas você também pode deixar a criança escolher suas brincadeiras e ver qual é a mais adequada para ela naquele momento. Afinal, faz parte do desenvolvimento do ser humano fazer suas escolhas e lidar com as consequências e, para um pequeno, a melhor forma de aprender é brincando. 

Jogos educativos e pedagógicos 

No mercado existem jogos com preços em conta e que são muito educativos. Basta fazer uma pesquisa e você encontrará réguas de letrinhas, jogos da memória, jogos de associação, desafios de montagem que são muito bons para iniciar uma aprendizagem divertida.

Por outro lado, também não é necessário ter brinquedos prontos. Você pode montá-los usando o que tem em casa:

  • jogo da memória feito com papelão, papel e desenhos feitos por você mesmo;
  • jogos de encaixe com frutas, palitinhos fincados e macarrão para encaixar;
  • um labirinto desenhado em uma cartolina, entre outros.

Use a tecnologia e crie desafios

Há outros recursos que são preciosos no momento de aprendizagem, como videogames, músicas e áudios de livros. Você pode usar qualquer um desses artifícios para trabalhar movimentação, dança, conhecimento sobre o próprio corpo. 

A tecnologia precisa ser utilizada de forma inteligente. Use-a como estratégia de interação, mas não a deixe ser o centro das atenções. Por isso, os videogames, por exemplo, podem ser aqueles que estimulam a movimentação do corpo ou os desafios de perguntas e curiosidades.

Quais os benefícios de uma aprendizagem divertida?

A aprendizagem divertida traz diversos benefícios. Com o passar do tempo, você verá muitas conquistas sendo alcançadas pelo seu filho. Afinal, é desde pequeno que o cérebro precisa ser estimulado a lidar com desafios, jogos que exijam criatividade, boa percepção e, principalmente, concentração. Entre os diversos benefícios, você perceberá que a criança:

  • desenvolverá suas habilidades motoras com mais equilíbrio e domínio sobre o corpo;
  • conhecerá melhor o próprio corpo e a si mesma; 
  • terá mais autoconfiança para tomar decisões e fazer suas escolhas; 
  • aprenderá a superar desafios por mais difíceis que eles sejam;
  • desenvolverá a resiliência e lidará melhor com suas frustrações;
  • terá, desde cedo, um maior interesse pelo aprendizado.

Como acompanhar a evolução da aprendizagem?

Para os pais, acompanhar a evolução da aprendizagem pode ser algo um pouco mais difícil. Entretanto, se você observar o comportamento diário da criança e a facilidade como ela evoluiu nas brincadeiras, notará que há sim um progresso acontecendo. Por isso:

  • note como ela resolve os desafios em menos tempo;
  • observe como ela progride em referir-se a si mesma, ao próprio corpo e aos próprios sentimentos;
  • veja como ela se tornará mais autônoma para fazer escolhas e tomar decisões; 
  • perceba como ela se tornará mais criativa. 

A aprendizagem divertida, com certeza, trará ótimos resultados para o desenvolvimento de seu filho. Caso seja necessário, você pode entrar em contato com a escola e pedir sugestões para que todos façam um bom trabalho em conjunto.

Notou como a aprendizagem também pode ser divertida? Basta dedicar-se a aprender algumas técnicas e colocá-las em prática! Se você gostou do conteúdo, compartilhe-o nas redes sociais e auxilie outros pais a levarem uma aprendizagem mais lúdica para seus filhos!

Call to Action

Detalhe do Call To Action para Download do Material

Deixe um comentário

Artigos relacionados


Share via
Copy link
Powered by Social Snap

Seu futuro começa aqui

Cadastre-se para receber os melhores conteúdos sobre educação!